terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Sempre mais uma vez!

Às vezes eu queria que o Google me ajudasse a achar a resposta à busca: “Como conquistar você”, e tentando no site de busca , me vieram como resposta mil simpatias e patuás online, que eu quase chego a acreditar só para sentir sua pele na minha, como noites passadas, mais uma vez.
E sempre pensando em mais uma vez, eu espero você aparecer para que eu possa então ‘mais uma vez’ me reapaixonar, como todas as vezes, e para ter que ir embora de novo, e essa eternidade de vezes se repetindo com frequência.
Talvez por algum karma doido, esse amor que eu te devoto, seja tão inesgotável, mesmo sendo tão azedo.
A gente sai tão bem nas fotos...
E agora ‘a gente’ só existe em noites aleatórias, ‘a gente’ vive de um sentimento seco e sem nome, e de alguma forma misteriosa do amor, incapaz de se desfazer e sempre também, incapaz de estar pronto.
E em todas as vezes, tantas vezes, eu engulo meu “eu te amo” no final, sabendo que você também engole e disfarça o olhar.
Eu só quero que quando for a última vez eu consiga ir embora e deixar meu amor com você.
E aí Google, como se diz eu te amo?

Penélope Pren.

O jogo começou...

Quero você como se você fosse apenas um objeto sexual.
Não adianta deixar o tempo passar, ele não vai levar embora essa vontade, nem saciá-la. Abra sua mente para um mundo só nosso. Chegamos longe demais para desistir agora!
Quero fazer com que você não queira nada, nem ninguém, além de mim. Quero você bem perto. Dentro. Você vai estar tão longe de você mesmo, que vai ter medo de ir embora.
Vou sugar o seu desejo e centralizá-lo todo em mim.
Sabemos que não existe amor. É só sexo! Puro, simples, gostoso. 
Apenas uma cama coberta de meias verdades e nós dois deitados sobre ela.
Não há nada além do que eu não possa conquistar. Eu já me tornei seu objeto de desejo.
Então vamos desempenhar nossa função. Venha e me possua. Farei com que você não queira que o dia amanheça.
Venha, porque esta noite eu vou acabar com você. Sua jornada agora é seguir os meus passos. Teu corpo exala a exatidão do teu anseio e posso ver as curvas do meu corpo desenhadas nele.
O jogo começou, aperte start!

Felícia Bacci.