quarta-feira, 22 de abril de 2015

O único lado


O meu melhor lado é quando ainda estou aqui, bate desse lado que serei capaz de te dar o outro. O meu melhor lado é que sou difícil de cansar quando ainda existe algo. Escuto de tudo, aceito bastante, vá e volte quantas vezes você quiser, só cuidado, o meu pior lado chega sem avisar. Chegue atrasado em todos os nossos encontros, me bata, me ignore, suma. Mas enquanto minha ficha não cair sozinha, ainda estarei aqui, mesmo machucada, mesmo sem dormir direito, mesmo segurando o choro, mesmo assim ainda estarei aqui.
Eu consigo aceitar e suportar o peso de tudo, enquanto eu quiser, estarei aqui. Quer me xingar? Me fazer passar vergonha? Sem problemas, eu estarei aqui. O seu perdão é ouvido, é aceito. E com isso eu ganho que você entre novamente na minha vida, abra a porta e eu veja mais uma vez que eu consigo passar por cima de qualquer coisa acreditando que as pessoas aprendam com o erro. Não que não aprendam, mas o erro só é lembrado se vier como um castigo, caso uma desculpa traga um sorriso e o coração aberto, sinto muito, ninguém aprende com o erro. O meu melhor lado pra você, é o meu pior lado pra mim. Por que eu sinto todas as vezes que deixo alguém usar o meu melhor lado, eu sinto de todos os lados e em todas as partes. E quando o meu pior lado entra em jogo, ai sim eu me sinto nas nuvens, eu estou bem comigo mesma. O meu pior lado visto por você quando eu cansar é quando você não terá espaço pra nada. O meu pior lado me faz bem, eu saio da obrigação de te aceitar, eu não acredito mais em uma palavra que diz, eu não quero mais nem escutar. Fim de jogo, saia daqui. O meu pior lado não quer te ver mais, o meu pior lado não te aceita mais. O único lado que passa a existir te deixou e agora chega. Tchau, não precisa fechar a porta, apenas não ouse mais entrar aqui. 

Íris Pietro.