quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Não assim

As vezes eu acho que é seu cheiro, outras o seu sorriso, tenho certeza que é maneira que passa a mão no cabelo. Talvez não seja e só eu que veja. 
Essa coisa de atrapalhar meu desejo da vida e me inundar entre as pernas, me fazendo esquecer todos os outros. 
Eu não sou forte e talvez nem tão resistente. 
Não tem nada que me importe tanto hoje, desde que cada um esteja no seu canto. 
O segredo que se tornou de todos, me deixa maluca e dizer não para mim mesma é algo além do difícil. Pensei que seria impossível, mas cada dia me testo mais e consigo me dominar,consigo me conter, consigo não me entregar, até agora ou dessa vez ou, quem sabe, só foi um momento, um frisson, que passando ou não, é de meu controle.
Não que eu não queira, eu só não posso com você desse jeito, de novo e dessa forma eu não poderia mais.

Íris Pietro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por palpitar no Churumellas.
Empolgue-se e torne-se um Chuchu também! Envie um e-mail para papo.dellas@gmail.com com o seu texto e/ou o tema que você gostaria de ler por aqui.